Artigos




DR – Discutir a relação, porque é tão difícil?


As pessoas sempre correm dessa situação em seus relacionamentos, por que não querem ou temem falar como andam as coisas entre os dois.


Infelizmente a expressão ‘discutir a relação’ tem sido utilizada indevidamente para falar de problemas, conflitos, insatisfações ou queixas de qualquer uma das partes do relacionamento, ficando associada a desentendimento, brigas, estresse e desgaste.
Numa visão profissional as pessoas distorcem uma situação de extrema importância que é o diálogo, principal meio de entendimento de qualquer relacionamento como algo ruim, nocivo ou mesmo destrutivo para elas. Entretanto, o diálogo é, e sempre será fundamental, pois é através dele que se pode discutir sim a relação, mas não só quando se tem problemas ou conflitos, mas sim para manifestar tudo de bom que se esteja vivendo ou se anseia viver.
Em qualquer relacionamento é preciso que os alicerces sejam muito bem construídos e isso precisa ficar muito claro e definido na convivência do casal. Em muitos deles os pares creem que tudo deve acontecer naturalmente, espontaneamente ou mesmo por si só, e isso não é bem verdade, pois ninguém tem bola de cristal para adivinhar ou antever o desejo ou a expectativa do outro.
A nossa sociedade não cultiva a ideia de que para que um relacionamento dê certo, é preciso fazer por onde ele possa dar certo. Ou seja, não basta estar com alguém e achar que tudo será lindo e maravilhoso. Precisamos fazer com que o lindo e maravilhoso aconteça, pois como somos envolvidos pelo dia a dia e engolidos pelo cotidiano, isso fica bem mais improvável.
Discutir a relação pode ser muito prazeroso e produtivo na medida em que torna-se um hábito poder falar de tudo, de coisas boas, agradáveis e positivas que tenham sido vividas a dois e, também poder manifestar as expectativas, anseios, desejos e expectativas na vida a dois.
Na medida em que isso aconteça de forma sistemática no relacionamento, isso passa naturalmente a fazer parte da vida do par. Dessa forma tratar de coisas difíceis, problemáticas ou conflituosas fica muito mais leve e sem estresse. Isso é cuidar sim do relacionamento, mas principalmente possibilitar a melhor qualidade de vida a dois e consequentemente à própria felicidade.
Autor: Eduardo Yabusaki
Publicado originalmente no site Vya Estelar veja em:
http://www2.uol.com.br/vyaestelar/discutir_relacao.htm