Artigos



Festas, Ano Novo tempo de comemorações, e também um bom momento de reflexão e renovação no relacionamento


É bastante comum aproveitarmos a época de festas de fim de ano para finalizarmos projetos profissionais e pessoais. Revermos tudo que atingimos e reavaliarmos o planejamento para próximo ano.


E no relacionamento fazemos este mesmo processo? Pensamos sobre como foi o ano ou refletimos e avaliamos sobre como foi e como esteja a vida a dois? Pois é, nem sempre damos a mesma atenção para com o nosso par, e por vezes acabamos por deixar de observar aspectos importantes como valorizar e festejar conquistas e bons momentos, bem como, avaliar e analisar possíveis insatisfações e frustrações que tenham acontecido dentro do relacionamento mesmo que não tivéssemos a intenção ou a percepção de que tenham acontecido.

 

Aproveitar e fazer um balanço de como tenha sido o ano conjugal pode ser saudável e trazer benefícios e motivação para mudanças e um maior aproveitamento e satisfação da convivência e interação na vida do casal.

 

Rever-se quanto ao relacionamento nem sempre é fácil ou tranquilo, afinal é uma situação em que podemos nos deparar com nossas falhas e talvez dificuldades, portanto, é natural que não seja algo tão confortável ou prazeroso.
Pensar sobre o relacionamento também pode favorecer a inclusão de um planejamento sobre o que se idealiza ou deseja viver à dois, o que pode ser extremamente positivo para interação conjugal; afinal quem não gosta de organizar uma viagem dos sonhos, uma festa inesquecível, um evento especial para o casal, enfim inúmeras situações que podem reforçar e propagar ainda mais os sentimentos entre ambos,

 

Porque promover esse tipo de balanço ou planejamento dentro do relacionamento? Certamente com um maior entendimento, intimidade e interação entre o casal, isto favorecerá um melhor clima permanente entre ambos, inclusive para enfrentar dificuldades e conflitos que porventura venham a acontecer futuramente.

 

É claro que não se tem como prevenir ou precaver de possíveis desentendimentos ou divergências, mas no mínimo propiciar uma maior condição com muita paciência e tolerância entre ambos, e o que percebemos que têm sido cada vez menos presente entre os casais.

 

Organizar ou planejar o cotidiano do casal não significa perder a capacidade de surpreender ou impressionar, mas sim facilitar a vida de ambos e consequentemente a criatividade e tranquilidade no dia a dia. Nunca é demais curtir e cuidar do relacionamento, pelo contrário, só traz benefícios, portanto viva-o intensamente e seja feliz.

 

Por: Eduardo Yabusaki